Após filho ser levado à abrigo, mulher depreda Conselho Tutelar de Mogi e é presa

PUBLICIDADE

Uma mulher foi detida pela Guarda Municipal de Mogi das Cruzes na manhã da última terça-feira (8) após ter depredado a sede do Conselho Tutelar, localizado na rua Astrogildo Ferreira, no centro da cidade. De acordo com os guardas, ela teve um surto nervoso após ser informada que seu filho havia sido levado a um abrigo.

Os GCMs disseram que a mulher foi apresentada ao Conselho Tutelar por policias militares ainda durante a madrugada, depois de ter sido flagrada andando pela cidade com seu filho de 1 ano no colo e aparentemente sob efeito de álcool ou entorpecentes.

Segundo os guardas, uma conselheira tutelar contou que ao saber que a criança havia sido encaminhada a um abrigo, a mulher começou a quebrar computadores, danificando dois monitores, duas CPUs, dois teclados e uma impressora, além de um filtro de água. Durante a ação, ela acabou ferindo os dedos das mãos, o que espalhou sangue pelo local.

PUBLICIDADE

Os GCMs afirmaram que quando chegaram no local, a mulher estava em pé, em frente à porta de entrada do Conselho Tutelar. Questionada sobre os ferimentos nos dedos, ela teria afirmado não saber como se machucou. Já quando foi indagada sobre os objetos quebrados, ficou em silêncio, disseram os guardas.

Diante dos fatos, a mulher recebeu voz de prisão por dano ao patrimônio público e foi encaminhado ao Distrito Policial. O Notícias de Mogi tenta contato com a defesa dela.

PUBLICIDADE
Deixe um comentário

O portal Notícias de Mogi utiliza cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua navegação. Ao continuar navegando você concorda com a nossa Política de Privacidade

Leia mais