ALTO TIETÊ

Agentes do CDP de Suzano acham droga entre fatias de mortadela enviadas a detento

Na última quinta-feira (4), agentes do CDP de Suzano (Centro de Detenção Provisória) encontraram K4, também conhecida como maconha sintética, entre fatias de mortadela enviadas a um detento da penitenciária.

De acordo com a Secretaria de Administração Penitenciária de São Paulo (SAP-SP), por volta das 14h, enquanto era feita a vistoria dos itens de sedex enviados por familiares de presos, foram flagrados 2,7 gramas do entorpecente em meio ao alimento, enviado pelo pai de um detento. 

A direção do CDP de Suzano encaminhou o material apreendido para o 2º Distrito Policial da cidade, onde registrou Boletim de Ocorrência e abriu procedimento apuratório interno, informou a SAP-SP, acrescentando que os detentos foram conduzidos para celas disciplinares.

A secretaria reforça que os familiares não devem enviar alimentos perecíveis pelos correios, por conta do risco de contaminação.

Outro caso

De acordo com a SAP-SP, no mesmo dia, pela manhã, foram descobertos 52,8 gramas de cocaína e 6,9 gramas de maconha dentro de quatro pacotes de fumo. O embrulho foi enviado pela irmã de um detento.

Foto: SAP SP

Essa notícia foi atualizada em 4 de dezembro de 2020 18:00

Compartilhar
Tudo sobre: CDP de SuzanoSuzano
Leandro Cesaroni

Jornalista graduado pela FIAM e pós-graduado em jornalismo cultural pela FAAP