BRASIL

Veja os motivos para ter um cartão de crédito negado e saiba como ser aprovado

O cartão de crédito e débito é um dos recursos de pagamentos mais utilizados atualmente, segundo informações do Banco Central. Embora boa parte da população tenha acesso fácil a cartões de crédito, algumas pessoas não conseguem aprovação em nenhuma instituição.

Se você teve um pedido de cartão de crédito negado é provável que tenha sido reprovado na análise de crédito, que é um procedimento que a instituição financeira realiza para avaliar se o cliente que está solicitando o cartão, um empréstimo ou um financiamento tem condições de pagar pelo crédito solicitado.

Cada instituição pode ter seus próprios métodos de análise e concessão do crédito. Veja abaixo os principais motivos que impedem a aprovação do cartão de crédito:

  • Dados incompletos ou incorretos: É importante ter certeza de que todos os dados informados são verídicos, principalmente os relacionados à renda;
  • Registro no SPC ou Serasa: Conforme dados do SPC, 40% das pessoas negativadas estão com o nome sujo em órgãos de proteção ao crédito. Dessa forma, a grande maioria das instituições financeiras recusam a liberação de crédito para esse público;
  • Baixo score de crédito: O score de crédito é uma das formas oficiais do Brasil de avaliar o quanto uma pessoa é boa pagadora ou não. O sistema gera um régua de 0 a 1.000 pontos. Dessa forma, quanto mais perto do 1.000, menor é o risco de inadimplência;
  • Histórico: Se você já teve histórico com nome sujo, isso dificulta a aprovação, já que pode oferecer um risco de inadimplência novamente. Mas com algum tempo, isso costuma se resolver. É só ter um pouco mais de calma. Uma solução é solicitar o cartão de crédito no banco onde tem conta. O bom relacionamento é valioso nessa hora;
  • Valor da renda: Confira todas as exigências do cartão de crédito que pretende solicitar. A maioria deles pedem uma renda mínima e, se no seu caso a renda for menor do que a exigida, certamente o pedido do cartão será recusado.

Cartão de crédito negado: e agora?

Quem teve o cartão de crédito negado por uma instituição financeira tem duas opções: iniciar um trabalho para fortalecer as chances de aprovação do seu pedido de crédito ou partir para um cartão de crédito de adicionar limite, por exemplo, que não requer nome limpo e nem histórico financeiro bom, uma vez que o próprio cliente adiciona seu limite retirando da conta de débito.

Confira abaixo algumas dicas que podem ajudar na hora de conquistar a aprovação de crédito:

• Renegocie suas dívidas: O primeiro e mais importante passo para melhorar seu Score é pagar tudo que você tem pendente. É possível negociar suas dívidas pelo Serasa Limpa Nome, onde você encontra ofertas com até 90% de desconto, ou diretamente com a empresa que lhe negativou.

• Seja pontual: Pague suas contas em dia. Se preferir, coloque-as em débito automático, uma forma prática de manter a pontualidade nos pagamentos. Se não tiver contas em seu CPF, analise a possibilidade de ter uma conta de luz, de água ou até mesmo de cartão de crédito (mesmo que não tenha tanto limite) em seu nome. Isso porque essas informações são contabilizadas pelo seu Cadastro Positivo.

• Atualize seus dados na Serasa: Mantenha seus dados pessoais sempre atualizados na Serasa. Quanto mais exatas forem as informações básicas sobre você como idade, endereço e telefone, mais confiável será o seu cadastro.

• Mantenha seu Cadastro Positivo ativo: O Cadastro Positivo mostra seu relacionamento com as empresas nos últimos 12 meses. Assim, quanto mais longo seu relacionamento, mais relevantes se tornam essas informações. Pagar as contas em dia, pagar o valor integral das faturas, tudo isso pode somar alguns pontos.

• Peça crédito de forma consciente: Quando muitas consultas por empresas são feitas em seu nome, isso pode caracterizar uma busca descontrolada por crédito. Ao solicitar crédito, seu Score pode oscilar, mas é apenas por um momento. Em pouco tempo a pontuação será restabelecida. Ainda assim, quanto menos pedido de crédito você fizer, menor será o impacto.

Cartão para adicionar limite

Em fevereiro deste ano, o Nubank lançou uma nova forma de construir um histórico de crédito. A função “adicionar limite” permite que qualquer um – mesmo com nome sujo ou CPF negativado – tenha a chance de ter um cartão de crédito. É como se fosse um cartão de crédito “com garantia”.

Essa “garantia” está no fato de o próprio cliente ser responsável por adicionar seu limite, utilizando o saldo de sua conta digital, que continuará lá como garantia mesmo após a compra.

Nessa opção, é necessário adicionar o limite para conseguir fazer compras na função crédito, mas depois que você coloca o dinheiro na conta, ele funciona como um cartão de crédito do jeito que você já conhece. Todas as transações feitas no crédito entram na sua fatura atual, que deve ser paga até a data de vencimento, para que não haja cobrança de juros e multa.

A novidade tem ajudado principalmente pessoas que, por terem o nome sujo ou CPF negativado, não conseguiam ter acesso a um cartão de crédito, recurso que se tornou essencial para assinar um serviço digital ou contratar aplicativos de mobilidade, por exemplo.

“Em vez de simplesmente negar o pedido, damos ao cliente a chance de construir seu histórico de crédito com a gente. No início, a própria pessoa adiciona seu limite, até que nossa análise dê a ela direito a um limite pré-aprovado”, explica o Nubank.

Essa notícia foi atualizada em 11 de novembro de 2021 15:19

Compartilhar
Redação

E-mail: contato@noticiasdemogi.com.br