BRASIL

Valores ‘esquecidos’ do PIS Pasep: veja quanto você tem disponível para saque

O PIS Pasep tem, ao todo, R$ 24,5 bilhões parados e liberados para saque para trabalhadores brasileiros que receberam mas ainda não foram buscar o dinheiro. Esses valores que se encontram esquecidos se referem ao abono salarial do PIS Pasep concedido este ano, além de cotas liberadas para pessoas que trabalharam em determinado período.

As cotas do PIS Pasep podem ser sacadas por quem trabalhou em empresas e órgãos públicos entre 1971 até 1988. O abono salarial é pago para quem trabalhou por, no mínimo, 30 dias com carteira assinada ou como funcionário público no ano anterior, recebendo até dois salários-mínimos, em média, por mês – também é preciso estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos.

É preciso ficar atento aos prazos para saque, que são diferentes. As cotas podem ser sacadas até maio de 2025; já o saque do abono termina já no fim do mês de junho.

O valor do abono é de até um salário mínimo (R$ 1.100) e varia de acordo com o tempo que a pessoa trabalhou no ano anterior. Quem trabalha no setor privado pode fazer o saque na Caixa Econômica Federal, ao passo que os servidores públicos devem retirar o dinheiro no Banco do Brasil.

Dos R$ 24,5 bilhões que estão parados os bancos, R$ 22,8 bilhões são de cotas do extinto fundo PIS Pasep, R$ 1,2 bilhão refere-se a abono salarial não sacados em outros anos e R$ 448,4 milhões do abono salarial liberado em 2021.

Consulta ao PIS Pasep

Para consultar o PIS Pasep, os trabalhadores da iniciativa privada devem acessar o site da Caixa e com o número do NIS, acessar a opção Consultar Pagamento ou entrar em contato através do telefone da Caixa 0800-726-02-07.

Já os servidores públicos podem efetuar a consulta no site do Banco do Brasil, na Central de Atendimento do BB, ou entrar em contato pelos telefones 4004-0001 (capitais e regiões metropolitanas), 0800 729 0001 (demais cidades) e 0800 729 0088 (deficientes auditivos).

Essa notícia foi atualizada em 7 de junho de 2021 15:24

Compartilhar

O portal Notícias de Mogi utiliza cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua navegação. Ao continuar navegando você concorda com a nossa Política de Privacidade

Leia mais