ALTO TIETÊ

Serviço de telemedicina supera marca de 2 mil atendimentos em Suzano

O serviço de telemedicina oferecido pela Prefeitura de Suzano para pessoas que apresentam sintomas do novo coronavírus (Covid-19) atingiu a marca de 2.193 atendimentos na última quarta-feira (22), quando completou cem dias oficialmente em funcionamento.

A administração municipal afirmou que a iniciativa descobriu que 65,25% (1.431) dos pacientes que entraram em contato não estavam contaminados com a doença e, assim, evitou que procurassem alguma unidade de saúde sem necessidade.

De acordo com a empresa de tecnologia Datalogix, contratada pela Prefeitura para implantar o sistema VideoDoctor, desde 13 de abril, 1.333 pessoas precisaram de apenas uma consulta por meio da telemedicina, enquanto outras 436 tiveram duas ou mais. Quase 60% das videochamadas foram para pacientes do sexo feminino (1.305). A faixa etária predominante é de 30 a 45 anos (42,1%). Entre os bairros de origem se destacam área central, Miguel Badra e Jardim Colorado.

O pico da procura foi registrado logo no primeiro mês, em abril (874). O levantamento mostra ainda que o serviço constatou que 762 pessoas tinham algum sintoma característico do novo coronavírus: 277 com quadro leve (um sintoma), 405 em estágio moderado (dois) e 80 em situação grave (três) e que foram encaminhados para atendimento presencial, que em Suzano tem como referência o Pronto-Socorro Municipal (PS).

O serviço segue disponível ao público na Central de Combate ao Coronavírus pelo número 0800 484 8001, de segunda a sexta-feira, das 8 às 20 horas. Após solicitar informações sobre documentos e endereço, a atendente vai encaminhar uma mensagem via SMS ao aparelho celular do usuário, que, após clicar no link, será direcionado para videochamada com um médico pela Internet.

Confira as últimas notícias sobre coronavírus em Mogi das Cruzes e Região

Essa notícia foi atualizada em 24 de julho de 2020 11:44

Compartilhar
Leandro Cesaroni

Jornalista graduado pela FIAM e pós-graduado em jornalismo cultural pela FAAP. Possui mais de 10 anos de experiência em jornalismo online