Categorias
BRASIL

Segunda parcela do décimo terceiro 2023 tem que ser paga até quarta; veja como calcular valor



Na próxima quarta-feira (20), chega ao fim o prazo para os empregadores realizarem o pagamento da segunda parcela do décimo terceiro salário 2023. A primeira tinha que ser paga até o dia 30 de novembro.



Recebem o 13º salário este ano cerca de 87,7 milhões de pessoas, entre trabalhadores do mercado formal, beneficiários do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) e aposentados e beneficiários de pensão da União e dos estados e municípios. A estimativa é de uma injeção na economia de R$ 291 bilhões.



Vale ressaltar que o pagamento do décimo terceiro dos aposentados e pensionistas do INSS foi novamente antecipado em 2023 – o cronograma de depósitos começou em maio e terminou em junho.



Como calcular o décimo terceiro

Quem trabalhou o ano inteiro com carteira assinada recebe um salário integral. Já os trabalhadores que atuaram menos tempo têm direito ao valor proporcional à quantidade de meses trabalhados – lembrando que devem ser considerados apenas os meses em que a pessoa trabalhou por, no mínimo, 15 dias.



Para fazer o cálculo do valor do 13º salário, basta dividir o salário por 12 e multiplicar o resultado pelo número de meses trabalhados em 2023. O salário utilizado no cálculo deve ser o último recebido pelo trabalhador, incluindo horas extras, adicionais noturnos ou comissões.

A primeira parcela do décimo terceiro salário é paga sem descontos e o trabalhador deve receber a metade do valor total. Já na segunda parcela são descontados o INSS e o Imposto de Renda.

Para chegar ao valor do INSS a ser descontado é necessário saber a faixa salarial do empregado. Confira a seguir:

  • 7,5% para quem ganha um salário mínimo (R$ 1.320)
  • 9% para quem ganha entre R$ 1.320,01 e R$ 2.571,29
  • 12% para quem ganha entre R$ 2.571,30 e R$ 3.856,94
  • 14% para quem ganha entre R$ 3.856,95 e R$ 7.507,49

Quer ficar por dentro de tudo o que acontece em Mogi das Cruzes e região? Siga nossos perfis no InstagramFacebook e Google News e entre em nossos grupos no Telegram e WhatsApp.

Para receber mais notícias sobre finanças e benefícios sociais, entre em nossos canais no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia: