ALTO TIETÊ

Prefeitura de Suzano retoma vacinação contra Covid-19 nos postos de saúde

A Secretaria Municipal de Saúde de Suzano retoma nesta quarta-feira (13) o atendimento à imunização contra a Covid-19 nos 24 postos de Saúde do município, após o feriado prolongado de Nossa Senhora Aparecida.

A ação segue até sexta-feira (15), das 8h às 15h. Já no sábado (16), o município realiza o “Dia V” de Multivacinação, com a oferta de 16 tipos de vacinas que protegem contra cerca de 20 doenças como tuberculose, poliomielite, sarampo, hepatite A e B, entre outras, inclusive da Covid-19.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Pedro Ishi, durante o feriado prolongado a pasta mantém serviços essenciais na rede de urgência e emergência, enquanto o trabalho na Atenção Básica, por meio do atendimento nas Unidades Básicas de Saúde (UBS’s), retorna na quarta-feira (13).

“Seguimos para mais uma semana de imunização contra a Covid-19 em Suzano. Será uma semana mais curta, devido ao feriado, mas já retornamos com mais uma grande operação programada para o sábado seguinte com o ‘Dia V’ de multivacinação, das 8h às 17h”, explicou o secretário.

A vacinação contra a Covid-19 contempla a primeira dose dos munícipes maiores de 12 anos; a segunda aplicação conforme aprazamento; e a dose de reforço dos idosos maiores de 60 anos e dos profissionais da saúde que completaram a segunda aplicação há no mínimo seis meses, além das pessoas imunossuprimidas que tomaram a segunda dose há 28 dias ou mais.

Quanto à campanha de Multivacinação, o objetivo é regularizar a situação das pessoas com até 15 anos de idade que precisam atualizar a caderneta de vacinação. Para isso, os pais ou responsáveis devem levar os menores de idade até um dos 24 postos de Saúde com a carteira de vacinação em mãos para uma análise de quais doses precisam ser aplicadas, seja devido a atrasos ou necessidade de reforço, orienta a Prefeitura de Suzano.

Segundo a administração municipal, serão pelo menos 16 tipos de vacinas disponíveis, que protegem contra cerca de 20 doenças como tuberculose, poliomielite, sarampo, hepatite A e B, entre outras, incluindo a Covid-19. Para a faixa etária que está sendo imunizada contra o novo coronavírus, de 12 a 15 anos, não é necessário intercalar as vacinas, sendo possível recebê-las inclusive no mesmo dia. Em caso de necessidade de intervalo entre as doses, como para aplicação do imunizante contra a Febre Amarela, os profissionais da Saúde deverão identificar a situação por meio da caderneta e prestarão as devidas orientações. 

O prefeito de Suzano, Rodrigo Ashiuchi, destacou a importância da ação, que busca impulsionar a cobertura vacinal na cidade. “Acredito que com a pandemia e toda a mobilização que vimos contra a Covid-19, refrescamos a memória da população quanto a relevância das campanhas de vacinação. Esse é um assunto urgente que não pode nunca ser esquecido. Vacinas salvam vidas. Por isso convido a todos os pais e responsáveis que levem suas crianças e incentivem-nas a reconhecer a importância desse ato. A Saúde é o nosso bem mais precioso, não podemos descuidar”, alertou.   

Requisitos

A aplicação da vacina contra Covid-19 em Suzano segue requisitos de acordo com a dose. Para receber a primeira aplicação, o munícipe deve ter mais de 12 anos de idade e apresentar RG, CPF, comprovante de endereço de Suzano e a filipeta oficial devidamente preenchida com letra legível. A ficha pode ser acessada e impressa no link bit.ly/FichaCovidSuzano. O pré-cadastro no site “Vacina Já” (www.vacinaja.sp.gov.br), do governo do Estado, também é necessário.

No caso dos adolescentes ainda é necessária a autorização do responsável legal, que deverá acompanhar o jovem ou assinar o Termo de Assentimento Livre e Esclarecido. O documento, disponível para acesso em www.suzano.sp.gov.br, será obrigatório para os menores de idade desacompanhados.

Para receber a segunda dose, basta o munícipe apresentar um documento original com foto, CPF e o cartão de vacinação adquirido na primeira etapa. Os mesmos requisitos são necessários para receber a terceira dose de reforço, a fim de se comprovar as duas aplicações anteriores dentro do prazo vigente. No caso das pessoas imunossuprimidas, também será exigido relatório médico ou receita de uso contínuo, assim como os profissionais de Saúde devem apresentar comprovante de vínculo empregatício.

Essa notícia foi atualizada em 13 de outubro de 2021 08:46

Compartilhar

O portal Notícias de Mogi utiliza cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua navegação. Ao continuar navegando você concorda com a nossa Política de Privacidade

Leia mais