Prefeitura de Mogi impede aglomerações no Taboão, Biritiba Ussú e Cezar de Souza

PUBLICIDADE

A Guarda Municipal de Mogi das Cruzes e o Departamento de Fiscalização de Posturas da Secretaria Municipal de Segurança de evitaram situações com aglomerações de pessoas neste domingo (24) no bairro do Taboão e nos distrito de Biritiba Ussú e Cezar de Souza, segundo informações da Prefeitura Municipal. As ações fazem parte do trabalho de acompanhamento das medidas de restrição social para o combate à pandemia causada pelo novo coronavírus.

De acordo com a administração municipal, no início da manhã, após uma denúncia, equipes paralisaram uma festa com balada em um imóvel localizado em um ramal da estrada Aparecidinha, no Taboão. Os responsáveis foram multados por desrespeito à Lei do Silêncio, no valor de cerca de R$ 5,4 mil.

Foto: Prefeitura de Mogi das Cruzes

No mesmo bairro, as equipes paralisaram as atividades de um pesqueiro que estava aberto, informou a Prefeitura, acrescentando que o estabelecimento, localizado na estrada David Ferreira dos Santos, também foi penalizado por estar funcionando mesmo com as restrições para o combate à pandemia. A atividade não é permitida pelo decreto estadual de quarentena.

PUBLICIDADE

Já no distrito de Biritiba Ussú, a Guarda Municipal, após receber uma denúncia, paralisou um jogo de futebol que estava sendo realizado em um terreno da estrada Velha da Represa. Segundo a administração municipal, com a chegada dos agentes, os participantes acataram a determinação para a interrupção da atividade e deixaram imediatamente o local.

Ainda neste domingo, a Guarda Municipal fez o monitoramento de um terreno conhecido como Morro da Vaca, próximo à escola estadual Vereador Alcides Celestino Filho, em Cezar de Souza. De acordo com a Prefeitura, no local, havia a denúncia de que haveria um evento com pipas, que estava sendo, inclusive, divulgado em redes sociais.

PUBLICIDADE

No início da tarde, os agentes verificaram a presença de cerca de 300 pessoas no local e iniciaram a ação. Com a chegada das viaturas, os participantes se dispersaram, abandonando 17 carretéis de linhas com cerol e “linhas chilenas”, além de diversas pipas, informou a administração municipal.

Foto: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Três rapazes que participavam da movimentação e estavam sem máscaras faciais foram abordados. Os seus dados serão encaminhados para a Vigilância Sanitária Municipal para a adoção de providências, uma vez que, desde o dia 7 de maio, a utilização do equipamento de proteção é obrigatória em todo o estado de São Paulo.

“Estamos vivendo uma crise sanitária, com muitas pessoas morrendo todos os dias no Brasil por conta do novo coronavírus. Infelizmente, existem pessoas que ainda não perceberam a gravidade da situação e insistem em desrespeitar as regras de distanciamento social. A Guarda Municipal e o Departamento de Fiscalização de Posturas estão atuando todos os dias para evitar estes problemas”, disse o secretário municipal de Segurança, Paulo Roberto Madureira Sales.

O secretário lembrou ainda que a Ciemp (Central Integrada de Emergências Públicas) vem recebendo, em média, cerca de 150 denúncias por dia, número que aumenta ainda mais durante os finais de semana. “É preciso que toda a população se conscientize do risco que as aglomerações de pessoas trazem não só para os participantes, mas para suas famílias e toda a comunidade”, completou.

O número de telefone para realizar denúncias sobre aglomerações em Mogi das Cruzes é o 153, que funciona 24 horas por dia.

Confira as últimas notícias sobre a quarentena em Mogi das Cruzes e Região

Deixe um comentário

O portal Notícias de Mogi utiliza cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua navegação. Ao continuar navegando você concorda com a nossa Política de Privacidade

Leia mais