Polícia Civil prende grupo acusado de tentativa de execução de GCM em Suzano

A Polícia Civil prendeu, na quarta-feira (10), quatro homens acusados de terem tentado executar um guarda civil municipal no último mês de fevereiro em Suzano. De acordo com a corporação, além das detenções, foram identificados outros três envolvidos no crime, que estão sendo procurados.

A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP) afirmou que a tentativa de assassinato ocorreu durante uma ação de combate ao tráfico de drogas realizada pela Guarda Civil Municipal de Ribeirão Pires. Na ocasião, um membro da equipe foi rendido e agredido por criminosos, que o levaram para um barraco, em uma comunidade de Suzano.

O GCM conseguiu escapar do local após os indivíduos se assustarem com a aproximação das viaturas e sons de sirene. Ele contou com a ajuda de um popular para sair do barraco e foi socorrido à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Ribeirão Pires. Na ação, teve duas armas de fogo subtraídas.

Ciente do ocorrido, a Polícia Civil, por meio do 1º Distrito Policial de Suzano, instaurou inquérito policial para investigar os crimes de tráfico de drogas, associação criminosa, roubo, sequestro e cárcere privado, tortura e tentativa de homicídio, resultando na identificação de sete autores, sendo um adolescente – todos reconhecidos pela vítima, segundo a SSP-SP.

Foi solicitada as prisões temporárias dos responsáveis, que foram acatadas pela Justiça. Ontem foi realizada operação, com apoio do Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos (Garra), resultando no cumprimento de quatro ordens judiciais.

A Secretaria de Segurança Pública afirmou que os detidos foram levados à delegacia para as devidas autuações, permanecendo à disposição da Justiça.

Foto: Polícia Civil


Gostou do conteúdo? Ele é e sempre será 100% aberto e gratuito, no entanto, se considerá-lo importante e necessário, você pode apoiar nosso trabalho fazendo uma doação

O portal Notícias de Mogi utiliza cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua navegação. Ao continuar navegando você concorda com a nossa Política de Privacidade

Leia mais