Polícia Civil detém 12 pessoas por lavagem de dinheiro em Mogi, Arujá e outras cidades

POLÍCIA

A Polícia Civil deteve 12 pessoas acusadas de envolvimento com lavagem de dinheiro e organização criminosa na manhã desta quarta-feira (03). As prisões aconteceram durante a operação “Soldi Sporchi”, deflagrada para o cumprimento de ordens judiciais na capital, Jacareí, Mogi das Cruzes, Arujá e outras cidades da Grande São Paulo.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP), a ação é resultado de um trabalho investigativo e de inteligência coordenado pelo 4º Distrito Policial de Guarulhos, que permitiu conseguir junto à Justiça mandados de prisão e de busca e apreensão contra os suspeitos.

No total, as atividades em campo levaram à captura de dez homens e duas mulheres e na apreensão de 11 veículos, inclusive modelos de luxo, bem como uma carretinha e um jet sky, informou a secretaria, acrescentando que três armas, munições e dois carregadores de armas também foram recolhidos na ação, assim como R$ 392,2 mil e valores em moedas estrangeiras.

Ainda segundo a SSP-SP, somado a isso, os agentes localizaram e apreenderam joias, bijuterias e mais de 900 relógios, além de documentos e anotações diversos, 32 celulares, 23 pen drives, 11 notebooks, três computadores, cinco Ipads, três tablets, um Mac Book e um Ipood, sete CPUs, dois videogames, quatro HDs externos, três CD’s, cinco chips telefônico, três máquinas fotográficas, cartão de memória, máquina de cartão, um DVR e uma uma central de monitoramento com câmeras.

Participaram da atuação em campo 350 policiais civis, com apoio de 100 viaturas e da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Entre em nossos Grupos de WhatsApp ou em nosso Canal no Telegram e fique por dentro de tudo o que acontece em Mogi das Cruzes e região



Deixe um comentário:
Os comentários não representam a opinião do Notícias de Mogi e são de responsabilidade do autor da mensagem. Conteúdos com palavrões serão excluídos.