Categorias
BRASIL

PIS 2024: calendário do abono salarial já foi divulgado; veja como consultar



O calendário do PIS 2024 (ano-base 2022) já foi divulgado. A Caixa Econômica Federal iniciará os depósitos no mês de fevereiro e concluirá o pagamento em agosto.



Como de costume, o cronograma do abono salarial vai evoluir de acordo com o mês de nascimento do trabalhador.



Em 2024, serão pagos aproximadamente R$ 19,8 bilhões de PIS a cerca de 21,95 milhões que trabalham na iniciativa privada. Já servidores públicos e militares recebem o Pasep, por meio do Banco do Brasil.



O valor do PIS varia de acordo com o tempo que o empregado trabalhou com carteira assinada em 2022. Quem trabalhou 12 meses com carteira assinada no ano-base do abono salarial receberá o salário mínimo cheio, no valor de R$ 1.412, em vigor desde 1º de janeiro. Já aqueles que trabalharam por menos tempo, terão direito ao valor proporcional – para calcular, basta multiplicar o número de meses trabalhados por R$ 108,50.



Poderão sacar o abono salarial os trabalhadores inscritos no PIS há, no mínimo, cinco anos, e que tenham trabalhado formalmente por, pelo menos, 30 dias no ano-base considerado para a apuração, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos.

Trabalhadores da iniciativa privada com conta corrente ou poupança na Caixa receberão o crédito automaticamente no banco, de acordo com o mês de seu nascimento. Os demais beneficiários receberão os valores por meio da poupança social digital, que pode ser movimentada pelo aplicativo Caixa Tem.

Calendário PIS 2024

Nascidos emPagamento
Janeiro15/2
Fevereiro15/3
Março e Abril15/4
Maio e Junho15/5
Julho e Agosto17/6
Setembro e Outubro15/7
Novembro e Dezembro17/8

O saque do PIS 2024 poderá ser feito até o dia 27 de dezembro de 2024. Após este prazo, será necessário aguardar convocação especial do Ministério do Trabalho e Previdência.

Para receber mais novidades sobre finanças e benefícios sociais, entre em nossos grupos no FacebookTelegram e WhatsApp.

Para receber mais notícias sobre finanças e benefícios sociais, entre em nossos canais no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia: