Categorias
BRASIL

Após reunião com TST, funcionários dos Correios adiam paralisação mas mantém greve



Após uma reunião realizada com o Tribunal Superior do Trabalho (TST) na quarta-feira (1), a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios, Telégrafos e Similares (Fentect) orientou os funcionários dos Correios a suspenderem a paralisação geral que estava prevista para ter início na quarta. Entretanto, afirmou que a categoria permanece em estado de greve.



A recomendação do sindicato foi para aceitar o prazo de 30 dias solicitado na ocasião pelo ministro do TST, Renato Paiva. Desta forma, não deve ocorrer paralisação pelo menos até 31 de agosto.



De acordo com a categoria, a greve se dá por “reivindicações não atendidas pela empresa na mesa de negociação” e por falta de “reajuste salarial e contra a retirada de direitos históricos da categoria”.



Há mais de um mês, representantes da Fentect vêm se reunindo com a empresa para negociar o novo Acordo Coletivo de Trabalho da categoria. Um dos pontos que está gerando a divergência entre ambas as partes é com relação à cobertura do plano de saúde para mães e pais de funcionários dos Correios.



Para receber mais notícias sobre finanças e benefícios sociais, entre em nossos canais no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *