Ouvidoria da Prefeitura de Mogi recebeu 7.790 solicitações no 1º semestre de 2020

CIDADE

A Ouvidoria Geral da Prefeitura de Mogi das Cruzes recebeu 7.790 solicitações 1º de janeiro e 30 de junho de 2020, informou a administração municipal. As principais demandas são das áreas de saúde, segurança, serviços urbanos e transporte e, de acordo com a Prefeitura, mais de 70% dos pedidos foram atendidos e solucionados.

O ouvidor geral do município e chefe de gabinete, Romildo Campello, afirmou que nos últimos meses, devido à pandemia do novo coronavírus, a Ouvidoria foi muito procurada para informações sobre a doação de cestas básicas, no entanto, o órgão manteve sua atuação tradicional, com atendimento a de cidadãos referentes a serviços cotidianos do município: “As pessoas seguiram fazendo solicitações referentes a seus bairros, com as equipes da Prefeitura atuando para solucionar as demandas”, explicou.

Campello afirma que a Ouvidoria funciona essencialmente como um canal de entrada de solicitação de serviços, sendo que, com o passar dos meses, é possível identificar as pessoas que mais participam e registram solicitações.

Os mogianos que quiserem fazer solicitações na Ouvidoria podem utilizar o WhatsApp (97133-1999), a página no Facebook (Ouvidoria de Mogi das Cruzes), o aplicativo eOuve (disponível para Android e iOS), ou o telefone (156).

De acordo com a administração municipal, este conjunto de ferramentas disponibilizadas aos cidadãos tem como objetivo responder a um desafio central que a Prefeitura possui na área de zeladoria: receber as demandas da população o mais rápido possível e buscar soluções com igual agilidade. “Ao ser informada sobre um problema com dados precisos, a Administração Municipal tem condições de fazer a triagem e determinar soluções igualmente rápidas, que efetivamente cheguem às ruas, satisfazendo as pessoas”, finalizou o ouvidor.

Entre em nossos Grupos de WhatsApp ou em nosso Canal no Telegram e fique por dentro de tudo o que acontece em Mogi das Cruzes e região



Deixe um comentário:
Os comentários não representam a opinião do Notícias de Mogi e são de responsabilidade do autor da mensagem. Conteúdos com palavrões serão excluídos.