Na semifinal, Mogi Basquete é superado pelo Corinthians e se despede do Paulista

ESPORTES
O Mogi Basquete perdeu para o Corinthians por 67 a 59 na noite desta sexta (4), em São Paulo, e se despediu do Campeonato Paulista 2019. A partida 3 da série semifinal, assim como a anterior, foi para a prorrogação. Com placares baixos, o início foi bem equilibrado, fechando em 13 a 13 no primeiro quarto, 13 a 12 para o alvinegro no segundo, 15 a 14 para os mogianos no terceiro, e 13 a 13 no último, com a bola do jogo nas mãos do Mogi Basquete. No tempo extra, o time da capital foi melhor e venceu por 14 a 6.

O time mogiano não pôde contar com o armador Alexey Borges, que sentiu uma pequena lesão no adutor da coxa esquerda e a comissão decidiu poupá-lo do jogo para a sequência da temporada. Ele fará fisioterapia e repouso nos próximos dias para ser reavaliado mais para frente.

Os destaque da partida foram o ala-pivô Luís Gruber, cestinha do time com 15 pontos e nove rebotes, os alas André Góes, com 11 pontos e oito rebotes, e Danilo Fuzaro, com 14 pontos. Também ajudaram na pontuação o ala-pivô Alexandre Paranhos, com sete e nove rebotes, o armador Fúlvio Chiantia, com cinco pontos e sete assistências, o pivô João Pedro, com quatro, e o ala Guilherme Lessa, que anotou um.

“Nosso time foi valente, se superou. Conseguimos uma brilhante classificação, fizemos uma brilhante série e perdemos mais uma vez na prorrogação. Os jogadores são humanos, têm os limites deles, cansam. Faltam para a gente dois jogadores titulares para poder ter um revezamento e brigar de igual para igual, não em termos de resultados, porque nós brigamos, fomos valentes, só que ficamos só na superação. A gente entende o momento da equipe de reestruturação e de trabalho externo muito grande da diretoria buscando patrocinadores. A hora que tivermos novos patrocinadores tem vários jogadores no mercado que poderiam nos ajudar muito”, disse o técnico Guerrinha.

Para o ala André Góes, o jogo teve um nível técnico bem abaixo do que os times podem apresentar e que foi decidido nos detalhes. “Uma partida muito feia, com um nível técnico muito baixo das duas equipes. Muita defesa, muitos ajustes e ninguém conseguiu jogar bem, acho que nenhum jogador se sobressaiu. As defesas de novo sobressaíram e por detalhes eles levaram. Mais uma vez eles tiveram mais mérito no final do jogo. Tivemos algumas decisões erradas nossas, uma minha, acabaram nos custando a vitória e uma vaga na final. Parabéns para o Corinthians, a gente sai muito triste, mas também de cabeça erguida por ter chegado até aqui e saído invicto em casa”, afirmou o camisa 40.

Agora a equipe retoma a preparação para o NBB (Novo Basquete Brasil) e para a Champions League, que começam neste mês.

Entre em nossos Grupos de WhatsApp e fique por dentro de tudo o que acontece em Mogi das Cruzes e região

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *