Doação - Miguel Falchi - IMVE

Influencer mirim mogiano pede cestas básicas de aniversário e doa 500 kg de alimentos

CIDADE
Na última sexta-feira (21) foi comemorado o aniversário do Influencer Mirim mogiano Miguel Falchi, que completou nove anos de idade. Em sua festa, comemorada em um buffet no distrito de Sabaúna, em Mogi das Cruzes, em vez de presentes, o garoto pediu que cada convidado levasse uma cesta básica.

Ao final da comemoração foram arrecadados nada menos que 500 kg de alimentos, que foram doados ao projeto Geração Sem Fome, do IMVE (Instituto de Missões Vida em Excelência), que há sete anos desenvolve ações para a defesa, elevação e manutenção da qualidade de vida do ser humano através das atividades de educação profissional, especial, combate à fome, esporte, cultura, assistência a saúde e direito a moradia com abrangência em todo território nacional e no exterior.

O aniversariante, que já possui mais de 19 mil seguidores no Instagram (@miguelfalchi), conta que seus convidados acharam muito bacana a iniciativa de ajudar na luta contra a fome e que todos fizeram questão de doar. “O sentimento que fica é de gratidão, por ter a oportunidade de ajudar, mais uma vez essa instituição que sou embaixador. Quero fazer mais ações para arrecadar doações e também incentivar meus amigos e familiares”, disse Miguel Falchi.

Heledia Cristina é diretora do “Geração Sem Fome” e explicou ao Notícias de Mogi que a meia tonelada de alimentos atenderá cerca de 30 famílias de Mogi das Cruzes. “A alimentação que veio do Miguel foi uma voluntariedade do coração dele. Nós fomos surpreendidos, porque ele decidiu trocar os presentes dele por alimentação, cestas básicas para as famílias, para fazer essa doação aqui para o IMVE. Nós estivemos presentes no aniversário dele e foi muito bom. A arrecadação beirou os 500 quilos de comida e nós estamos aqui empacotando as cestas. Vai dar por volta de 30 famílias atendidas, com essa alimentação que veio do Miguel”, afirmou ela.

Geração Sem Fome

O “Geração Sem Fome” foi o primeiro projeto a ser estabelecido pelo IMVE, que depois viabilizou, ainda, a criação de diversos outros projetos: Academia EAD Geração de Diamantes, Projeto Edna, Paternato, CT de Excelência, Aldeias Sustentáveis, Geração em Movimento e Recanto Viva a Vida.

Heledia conta que, a princípio, o foco do projeto eram moradores de rua. “A gente levava alimentação uma vez ao mês aos moradores de rua, e aí nessa caminhada a gente descobriu as comunidades. Fomos para a comunidade do Gica, primeiramente, e descobrimos ali a necessidade que existe das famílias em situação de miséria extrema, onde falta muita alimentação, principalmente para as crianças. Então, em 2014, nós iniciamos um projeto dentro do Geração Sem Fome, chamado ‘Comer bem, comer com alguém’. Nós começamos a produzir alimentação pronta e vender no centro de Mogi, no shopping, nas redondezas e entre 2015 e 2016, nós fizemos R$ 100 mil de comida gratuita na comunidade do Gica, atendendo as famílias ali. A partir de 2017, nós começamos também a atuar no Conjunto Jefferson e, hoje, nós trabalhamos com 160 famílias cadastradas, dentre elas a comunidade do Gica, Jundiapeba, Conjunto Jefferson e também com algumas famílias que foram transferidas do Conjunto Jefferson pro condomínio Maitaca”.

De acordo com o Heledia, apesar da doação do Miguel, o instituto precisa de muito mais. “Nós temos uma demanda aqui na cidade de Mogi de 16 mil famílias em zonas de miséria extrema. No Alto Tietê, são 30.800 famílias”, diz ela, acrescentando em seguida: “já começamos a distribuir essa alimentação que veio do Miguel, e nós precisamos de muito apoio para que o projeto cresça e atenda mais famílias”.

Quem quiser contribuir, poderá encontrar mais informações no site do IMVE.

Entre em nossos Grupos de WhatsApp e fique por dentro de tudo o que acontece em Mogi das Cruzes e região


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *