GCM de Mogi faz ação para evitar aglomerações no carnaval e flagra tráfico de drogas

A Guarda Municipal de Mogi das Cruzes informou que realizou ações ostensivas e preventivas durante os dias de Carnaval para evitar aglomerações, combater o desrespeito a normas de segurança sanitária e inibir ações criminosas.

Segundo a Prefeitura, na madrugada de quarta-feira (17), um homem e um menor de 12 anos foram encaminhados à Central de Flagrantes da Polícia Civil, acusados de tráfico de drogas. O flagrante foi registrado na avenida Inglaterra, no distrito de Jundiapeba.

A administração municipal afirmou que uma equipe da Ronda Ostensiva Municipal (Romu) flagrou os dois acusados mexendo em uma sacola. Nela, foram encontradas 19 porções de maconha, 29 saquinhos de cocaína e 67 pedras de crack. Com o menor também foram encontrados papéis com anotações de tipos e quantidades de drogas, além de R$ 71,00. Já com o maior, estavam duas pedras de crack.

De acordo com a Prefeitura, o garoto assumiu que estava praticando tráfico de drogas e indicou que o homem estava na função de “olheiro”. Na Central de Flagrantes, foram registrados  boletim de ocorrência sobre tráfico de entorpecentes e ato infracional.

Mesmo com o cancelamento do feriado de Carnaval, a Guarda Municipal manteve o patrulhamento preventivo em locais com possibilidade da ocorrência de aglomerações, principalmente de jovens. Entre as regiões atendidas estão o Parque Olímpico e o Parque Monte Líbano.

O Departamento de Fiscalização de Posturas também atuou para evitar desrespeito a normas de segurança sanitária para combate à pandemia de Covid-19 e a pertubação do sossego. Segundo a administração municipal, foram registradas 13 autuações por desrespeito ao decreto Covid-19. Todos os estabelecimentos comerciais autuados foram esvaziados. Os flagrantes ocorreram em Jundiapeba, Botujuru, Centro, Parque Monte Líbano, Vila Partênio, Braz Cubas, Cezar de Souza e Vila Moraes

Além disso, também foram emitidas três autuações por desrespeito à Lei do Silêncio e uma autuação por flagrante de pancadão. 

A população também pode colaborar com este trabalho por meio de denúncias, que podem ser feitas pelo telefone 153, da Ciemp. 


Veja também:

O portal Notícias de Mogi utiliza cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua navegação. Ao continuar navegando você concorda com a nossa Política de Privacidade

Leia mais