Foragido da polícia se joga de carro em movimento mas acaba preso em Itaquaquecetuba

ALTO TIETÊ

Um homem que vinha sendo procurado pela polícia por ter matado um Guarda Civil Metropolitano da capital paulista em julho foi capturado na tarde da última quarta-feira (9) após tentar fugir saltando de um carro em movimento no Jardim Odete, em Itaquaquecetuba, segundo informações da Polícia Militar (PM/SP).

Os policiais contaram que a ocorrência começou quando eles avistaram um veículo Renault Clio cuja placa indicava envolvimento em roubos de carga. De acordo com eles, após o início da perseguição, um dos ocupantes pulou do carro e começou a fugir a pé, correndo cerca de 2 km até ser detido. Ele ainda teria resistido à prisão, motivo pelo qual os PMs afirmaram que tiveram que aplicar o uso proporcional da força.

Questionado sobre seus dados pessoais, o homem passou informações controversas, chegando a apresentar os dados de seu primo, que não possui passagem pela polícia. A verdadeira identidade do suspeito só foi descoberta após três horas de buscas e apoio do serviço reservado.

Segundo os PMs, o foragido realizou diversos roubos quando era menor de idade. Após a maioridade, foi indiciado por receptação de carga e vinha sendo procurado pelo latrocínio (roubo seguido de morte) contra o GCM.

Enquanto alguns policiais perseguiam o foragido a pé, outro realizou a abordagem dos demais ocupantes do veículo Renault Clio. Eram três, no total, sendo que o motorista não possuía habilitação e estava com o licenciamento atrasado desde 2017; um dos passageiros já foi indiciado por dois roubos, tendo passado nove anos e 11 meses preso; ao passo que o outro possui antecedentes criminais por roubos realizados quando era menor de idade.

Os policiais contaram que um dos passageiros chegou a revelar que o grupo estava procurando alguma carga para roubar “no grito” – ou seja, sem armas. Após identificação, os três foram liberados.

Após se jogar do carro e resistir à prisão, o homem que ficou detido teve seu ombro deslocado e escoriações pelo corpo. Um dos policiais saiu com escoriações nas mãos, cotovelo direto e joelho esquerdo. Eles foram levados à UPA Central 24h e Hospital Santa Marcelina de Itaquaquecetuba, onde foram examinados, medicados e receberam alta médica.

Entre em nossos grupos de WhatsApp e fique por dentro de tudo o que acontece em Mogi das Cruzes e Região


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *