Categorias
BRASIL

Empréstimo com celular como garantia tem aprovação mais fácil; veja onde conseguir



Para quem tem uma boa condição financeira, conseguir um empréstimo é uma tarefa fácil. Isto porque, ao realizar a análise do perfil, os bancos e instituições entendem que esse cliente dificilmente atrasará o pagamento das parcelas.



Já quem não vem passando por uma situação financeira tão confortável enfrenta mais dificuldades para conseguir crédito. Entretanto, existem modalidades de empréstimo com aprovação mais fácil.



As opções que requerem algum tipo de garantia são liberadas com menos burocracia. Neste caso, a garantia pode ser um imóvel, veículo e até um celular.



O empréstimo com garantia de celular foi uma alternativa criada por alguns bancos para atender pessoas que não possuem um bem mais valioso, como uma casa ou um carro. Afinal, quem não tem um celular hoje em dia?



A vantagem desta modalidade de crédito é que, diferente do empréstimo com garantia de imóvel ou veículo, o cliente não corre o risco de ter o aparelho tomado pelo banco em caso de inadimplência. A maioria das instituições trabalha somente com o “bloqueio” do celular em caso de atraso.

As limitações no celular são ativadas por meio de um aplicativo que é instalado pela instituição no ato da contratação do empréstimo. Caso o cliente efetue o pagamento das parcelas, o smartphone é desbloqueado.

O valor liberado no empréstimo com garantia de celular depende muito aparelho, mas pode chegar a R$ 4.500. Além disso, não são todos os celulares que são aceitos – as instituições financeiras costumam aceitar principalmente os mais recentes da marca Samsung.

Onde fazer um empréstimo com garantia de celular

Confira a seguir três instituições financeiras que trabalham com a modalidade. Fique atento: elas não costumam solicitar qualquer tipo de depósito antecipado para liberação do dinheiro.

Para receber mais notícias sobre finanças e benefícios sociais, entre em nossos canais no WhatsApp e Telegram ou acesse o site Notícias de Crédito

Compartilhe essa notícia: