MOGI DAS CRUZES

Empreendedores de Mogi têm acesso à nova linha de crédito do Desenvolve SP

Os empreendedores de Mogi das Cruzes já podem solicitar a nova linha de crédito lançada pelo Desenvolve SP no início de fevereiro. Ela é destinada a micro e pequenas empresas com faturamento anual até R$ 4,8 milhões.

Os interessados têm a possibilidade de solicitar crédito para capital de giro com taxas de 0,8% ao mês acrescido da Selic. O prazo para pagamento é de 60 meses e a carência é de 12 meses.

Para evitar a necessidade de alienação de bens, o Desenvolve SP as opções do Fundo Garantidor de Investimentos (FGI) e do Fundo de Aval (FDA), criado pelo Governo de SP, com recursos próprios, no início da pandemia.

Para não prejudicar os empreendedores que paralisaram ou reduziram suas atividades em 2020 por conta da pandemia de Covid-19, com reflexos nos lucros, também é permitida a utilização do faturamento de 2019 na negociação do empréstimo.

As solicitações de crédito devem ser feitas de forma online, no site da Desenvolve SP.

Banco do Povo

Parceria entre o Governo do Estado e a Prefeitura de Mogi das Cruzes, o Banco Povo oferece linhas de crédito para quem realiza atividade produtiva no município, de maneira formal ou informal. As taxas de juros para o empréstimo são menores que do mercado e variam de 0,35% a 1% ao mês.

Os recursos podem ser utilizados para investimentos no negócio, incluindo compra de maquinários, ferramentas, mercadorias para revenda, matéria-prima, insumos, e custeio de um mês de despesas fixas da empresa, como aluguel, folha de pagamento, água, luz, telefone, entre outros. Após a liberação do recurso, o cliente tem 60 dias para utilizar o recurso conforme proposto no processo. A comprovação do uso do crédito será a apresentação da nota fiscal eletrônica ou comprovante de pagamento, nos casos de contas de consumo. O processo de pós-crédito ainda inclui a visita do agente de crédito para vistoria.

Para os empreendedores formais, podem ser solicitados empréstimos de até R$ 21 mil, com taxas de juros que variam de 0,35% a 0,55%. Podem ser beneficiados Microempreendedores Individuais (MEI), Microempresas, Empresas de Pequeno Porte, empresas caracterizadas como Ltda e Eirelli, motofretistas e produtores rurais com CNPJ.

O prazo de pagamento para empréstimos voltados a capital de giro é de até 24 meses, com carência de 60 dias. Para investimento fixo ou misto, o prazo de pagamento é de até 36 meses, com carência de até 90 dias.

Já para os empreendedores informais e para os produtores rurais que não possuem CNPJ, o limite de crédito é de R$ 15 mil e a taxa de juros varia de 0,8% a 1% ao mês. O prazo para pagamento de capital de giro é de até 12 meses, com carência de 60 dias. Já para investimento fixo ou misto o prazo de pagamento é de até 24 meses, com carência de até 90 dias.

O atendimento é feito pelos telefones 4798-5148 e 4798-5099 e os interessados também devem comprovar conclusão em curso do Sebrae.

Vale ressaltar que as solicitações são sujeitas à análise de crédito e consulta de restrições financeiras.

Essa notícia foi atualizada em 20 de abril de 2021 11:19

Compartilhar
Leandro Cesaroni

Jornalista graduado pela FIAM e pós-graduado em jornalismo cultural pela FAAP. Possui mais de 10 anos de experiência em jornalismo online