Categorias
MOGI DAS CRUZES

Dez bairros de Mogi terão abastecimento de água interrompido na terça, diz Semae



O Semae de Mogi das Cruzes (Serviço Municipal de Águas e Esgotos) informou que, na próxima terça-feira (12), fará novas intervenções na rede de água em bairros da região leste, que fazem parte das obras de setorização.



De acordo com a autarquia, serão feitas interligações e a instalação de novas válvulas no sistema, com objetivo de melhorar a distribuição. Para isso, será necessário fechar alguns registros, com interrupção do fornecimento de água das 10h às 12h.



A normalização acontecerá de forma gradativa, devendo se estabilizar depois das 14h, segundo a previsão do Semae de Mogi.



Os seguintes bairros serão afetados pela paralisação no abastecimento de água:



  • Conjunto Habitacional Jefferson da Silva
  • Jardim Bela Vista
  • Jardim Maricá
  • Jardim Rodeio
  • Jardim São Pedro
  • Loteamento Rio Acima (“Vem Viver Mogi”)
  • Morada do Sol
  • Residencial Fazenda Rodeio (“Bella Cittá”)
  • Residencial Granja Anita
  • Vila Nova Aparecida

De acordo com a administração municipal, as obras de setorização do setor de abastecimento leste da cidade, que é a região atendida a partir da Estação de Tratamento de Água (ETA) Municipal, no Socorro, tem como objetivo diminuir perdas de água, por meio do remanejamento do sistema de distribuição, dimensionamento e instalação de equipamentos para controle de pressão e vazão.

As setorizações estão previstas no Plano Diretor da autarquia e consistem em subdividir grandes redes em sistemas menores, chamadas de zonas de abastecimento e setores de controle, com operação independente. Isso facilita a manutenção, o controle do consumo e a identificação de vazamentos.

Os bairros beneficiados pelas obras vão de Sabaúna à Vila Oroxó, passando por todo distrito de Cezar de Souza, Jardim Maricá, Ponte Grande, Jardim Aracy e Itapeti, ao longo da margem direita do rio Tietê. Segundo a Prefeitura de Mogi das Cruzes, o investimento é de R$ 6,7 milhões.

O projeto contempla várias intervenções no sistema de distribuição de água, como instalação de válvulas de manobras, ventosas, válvulas de descarga, interligações de rede, pontos de monitoramento de pressão, instalação de redes de distribuição de água, válvulas redutoras de pressão, macromedidores (hidrômetros de grande porte, instalados na rede), detecção de vazamentos não visíveis e telemetria de controle (medição à distância).

De acordo com o Semae, com distritos de medição menores fica mais fácil identificar vazamentos para direcionamento mais rápido das equipes de manutenção. Além disso, com mais controladores de pressão, será possível manter o abastecimento com menos riscos de rompimentos nas tubulações.

Quer ficar por dentro de tudo o que acontece em Mogi das Cruzes e região? Siga nossos perfis no Instagram e Google News e entre em nossos grupos no Telegram e WhatsApp

Compartilhe essa notícia: