Mogi Basquete x Unificisa

Desfalcado, Mogi Basquete perde para time paraibano por 99 a 83 pelo NBB

ESPORTES

O Mogi Basquete rompeu, na noite de quarta-feira (11), a sucessão de vitórias que vinha o alçando para o topo da tabela do NBB (Novo Brasil Basquete). O responsável foi o Unifacisa, time da Paraíba que venceu os mogianos por 99 a 83, jogando em casa.

Com um bom aproveitamento nas bolas de três pontos (21 acertos), o Unifacisa venceu o primeiro período por 33 a 11 e o time mogiano reagiu nos dois períodos seguintes, com parciais de 20 a 16 (2º) e 28 a 23 (3º). No entanto, os donos da casa voltaram a vencer no último (27 a 24), selando a vitória.  

Os destaques do Mogi Basquete foram os alas-pivôs Alexandre Paranhos, com um duplo-duplo de 11 pontos e 13 rebotes, e Luís Gruber, cestinha da equipe com 19 pontos; os alas André Góes, com 18 pontos e seis rebotes e Danilo Fuzaro, com 12 convertidos; e o armador Lucas Lacerda, com 14. O cestinha do jogo foi o armador do time paraibano, Barnes, com 23 pontos.

O técnico do Mogi Basquete, Guerrinha, atribuiu a derrota aos desfalques de jogadores que o time enfrenta e à exaustiva sequência de partidas. “Jogamos contra um time que está muito bem no campeonato, completo e mais descansado que a gente. Nós, com todos os problemas, sobrecarregados, tivemos um rendimento abaixo hoje dos principais jogadores, em função dessa sequência de jogos, muito tempo de quadra e pouca opção de mudança de jogo vinda do banco”, disse o treinador.

Com o resultado negativo, a equipe mogiana cai para a quarta colocação no campeonato, atrás de Flamengo (1º), Franca (2º) e São Paulo (3º). Os paraibanos subiram para o sétimo lugar.

Liga dos campeões

O grupo retorna para Mogi das Cruzes para se preparar para enfrentar o Biguá, do Uruguai, pela Liga dos Campeões de Basquete, na próxima segunda (16), às 20h, no Ginásio Hugo Ramos. A partida é decisiva e vale vaga na próxima fase da competição.

“Agora é tentar descansar esses três dias para enfrentar um adversário mais duro ainda, só que na nossa casa e ao lado da nossa torcida. Vamos ver se conseguimos uma classificação para a próxima fase da Champions League para podermos contar com os jogadores que estão fora para reequilibrar o time. A equipe está de parabéns pela colocação na classificação do NBB, brigando entre os quatro primeiros, com 70% de aproveitamento. É fantástica a campanha até aqui”, afirmou Guerrinha.

Reforço

A diretoria do Mogi Basquete anunciou, na tarde da última terça (10), a contratação temporária do armador Gustavo Ceccato Ruiz, o Guga, para suprir os desfalques da equipe na posição após as lesões de Alexey Borges e Fúlvio Chiantia e ajudar no revezamento com o jovem Lucas Lacerda.

O atleta de 24 anos e 1,91 de altura foi formado nas categorias de base do Pinheiros, jogou no Botafogo e já defendeu o São José neste NBB. O contrato com o jogador tem validade de um mês e pode ser prorrogável por mais tempo.

Guga deve estrear já na partida contra o Biguá, na próxima segunda. “Estou muito feliz com a minha chegada ao Mogi Basquete. É uma equipe muito boa, que sempre está brigando nas cabeças, disputando a Champions League. Fico feliz com essa oportunidade que eu vou viver e quero ajudar o time da melhor maneira e agregar ao grupo. O time está em uma crescente desde que começou no NBB e vem ganhando jogos importantes. A minha ideia é contribuir para melhorar isso”, disse o jogador.

O armador Guga reforçará a equipe do Mogi Basquete temporariamente

Entre em nossos Grupos de WhatsApp e fique por dentro de tudo o que acontece em Mogi das Cruzes e região


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *