Nebulização contra a dengue

Após caso confirmado de dengue, Vila Oliveira receberá ação de nebulização

CIDADE

Nesta quinta-feira (9), a partir das 9h, o Núcleo de Prevenção e Controle de Arboviroses da Prefeitura de Mogi das Cruzes fará uma nebulização com equipamento portátil na rua Mariana Najar, 545, Vila Oliveira, onde foi confirmado um novo caso autóctone de dengue.

De acordo com a administração municipal, a aplicação manual será realizada na área comum do prédio e no condomínio próximo. Também será realizada a aplicação veicular nas ruas que circundam as quadras ao redor, compreendendo parte da Avenida São Paulo e das ruas Jean Dornelie e Pedro Fernandes de Souza, conforme protocolos técnicos.

O equipamento veicular para aplicação de inseticidas costuma ser utilizado pelos programas de controle do mosquito em áreas com alta circulação viral. Isso porque o recurso elimina mosquitos adultos infectados. “Considerando o ciclo biológico de vida do Aedes aegypti, a partir do momento em que recebemos a confirmação de um caso autóctone, temos um prazo muito curto para realizar os procedimentos para eliminação dos mosquitos adultos infectados”, afirma veterinária e coordenadora do Núcleo, Débora Murakami.

O protocolo de atendimento aos casos autóctones em caráter de urgência tem como objetivo evitar o aumento de casos e até eventuais surtos de dengue no atual cenário de pandemia do novo coronavírus. “Considerando a limitação das atividades do Núcleo no período de isolamento social, mais do nunca torna-se imprescindível que os moradores se dediquem à eliminação de todos os possíveis focos de proliferação do Aedes aegypti em casa”, orienta a coordenadora, lembrando que 85% dos focos do vetor da dengue está dentro dos  imóveis.

As vistorias casa a casa, assim como a aplicação de inseticidas intra e peridomiciliares, ainda que em áreas de transmissão, estão suspensas tendo em vista que a atividade poderia contribuir ainda mais para a disseminação da Covid-19 na cidade. 

“Em decorrência da atual pandemia de coronavírus, as atividades de prevenção realizadas pelo Núcleo estão limitadas aos atendimentos de denúncias pontuais, monitoramento de imóveis de risco previamente cadastrados e, quando da detecção de casos de dengue autóctones, aos tratamentos químicos veiculares”, disse a diretora do Departamento de Vigilância em Saúde, Paula Mateus.

Atualmente, Mogi das Cruzes reúne 24 casos positivos de dengue, informou a Prefeitura, acrescentando que a ação desta quinta é fundamental e obrigatória para conter a proliferação de mosquito Aedes aegypti e o avanço de casos.

Entre em nossos Grupos de WhatsApp ou em nosso Canal no Telegram e fique por dentro de tudo o que acontece em Mogi das Cruzes e região

Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *