MOGI DAS CRUZES

Agestab leva demandas do Taboão ao novo secretário de Desenvolvimento de Mogi

A diretoria da Associação Gestora do Distrito Industrial do Taboão (Agestab) se reuniu, na sexta-feira (15), com o secretário municipal de Desenvolvimento, Gabriel Bastianelli, e apresentou as principais demandas dos empresários e do distrito.

Em reunião realizada na Prefeitura, os representantes da Agestab destacaram a necessidade de o Taboão receber serviços periódicos de manutenção básica – como poda, limpeza de calhas, cascalhamento das vias de terra, conservação do sistema de iluminação pública e operações de tapa-buraco. Solicitaram, ainda, a ampliação da oferta do transporte público e pediram apoio para a construção do acesso do Taboão à Rodovia Ayrton Senna.

Outra reivindicação foi sobre a celeridade no projeto de urbanização, drenagem e pavimentação das estradas municipais Yoneji Nakamura e Mauro Auricchio. Segundo a Agestab, a licitação para contratar a empresa, cuja previsão de início era em 2018, só foi aberta em dezembro de 2020.

Na avaliação da associação, o Taboão, mesmo sendo considerado um dos distritos industriais mais promissores de toda a região metropolitana de São Paulo, em aspectos como a geração de emprego, de renda e de tributos, não tem recebido a devida atenção do poder público.

Um documento com informações sobre o Taboão, como a Agestab atua e quais são as principais demandas foi entregue ao secretário e a equipe da pasta de Desenvolvimento. Ao final do encontro, o prefeito Caio Cunha, que não pode participar da reunião devido a outros compromissos, apareceu e cumprimentou os representantes da associação.

Projetos

Bastianelli enumerou as ações que serão adotadas, em breve, pela Prefeitura e que visam melhorar as condições do Taboão. Segundo ele, um plano de zeladoria para toda cidade, que prevê ações rotineiras nos distritos industriais, será apresentado em 45 dias.

“Nossa gestão está pautada na competitividade, na inovação, na desburocratização e na empregabilidade. O Taboão tem um enorme potencial e vamos trabalhar juntos com a Agestab para que possamos alcança-lo”, ressaltou o secretário.

Outra iniciativa prevista pela Prefeitura é começar pelo Taboão um projeto piloto que pretende levar internet aos bairros rurais do município.

“A licitação para contratar a empresa, que fará a pavimentação das estradas municipais, já foi aberta e a etapa de entrega de documentação se encerrou há pouco”, disse Bastianelli. Segundo ele, o investimento inicialmente previsto para as obras foi reajustado, saltando dos R$ 8,1 milhões para cerca de R$ 10 milhões.

O serviço de transporte público que serve o Taboão, segundo o chefe da pasta de Desenvolvimento, também deverá ter novidades nas próximas semanas. A Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana estuda a implementação de uma linha circular que atenderá o distrito e os demais bairros vizinhos, como o Piatã e o Novo Horizonte.

Por fim, Bastianelli adiantou as mudanças que ocorrerão no Emprega Mogi, que passará a se chamar Mogi Conecta. Cursos de capacitação para os inscritos no programa, voltados às necessidades específicas das indústrias, serão realizados numa parceria entre as pastas de Desenvolvimento e de Educação.

Participaram do encontro os representantes da Agestab: Juliano Bega, Nelson Takeyoshi, Paulo de Assis e Carlos Alberto Yamanaka. Por parte da secretaria municipal, além de Bastianelli, estavam: Claudio Costa, Luiz Pinheiro, Rodrigo Garzi, e Lilian Wuo, responsável pelo Mogi Conecta. 

Essa notícia foi atualizada em 17 de janeiro de 2021 19:25

Compartilhar
Tudo sobre: Taboão

O portal Notícias de Mogi utiliza cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua navegação. Ao continuar navegando você concorda com a nossa Política de Privacidade

Leia mais