BRASIL

Abono PIS 2020/2021: calendário para saque de até R$ 1.100 termina amanhã

Esta quarta-feira (30) é o último dia do prazo para saque do abono salarial PIS 2020 / 2021 (ano-base 2019), cujo calendário de pagamentos foi concluído em fevereiro em 2021.

Segundo a Caixa Econômica Federal, ao todo, foram liberados R$ 17 bilhões a 22,2 milhões de trabalhadores, mas muitos deles ainda não sacaram o benefício. Quem não efetuar o saque até 30 de junho precisará aguardar o início do próximo ciclo de pagamentos para ter acesso ao abono salarial.

Aqueles que possuem conta corrente da Caixa receberam o dinheiro diretamente na conta informada. Já quem não é cliente do banco teve aberta uma conta poupança digital, que pode ser movimentada pelo aplicativo Caixa Tem para pagamento de contas domésticas (água, luz, telefone e gás), boletos bancários, compras com cartão de débito virtual pela internet e compras com código QR (versão avançada do código de barras) em estabelecimentos parceiros. O app está disponível para Android e iOS.

O abono salarial pode chegar a R$ 1.100. Para receber o valor total, entretanto, é preciso ter trabalhado o ano de 2019 todo. Quem trabalhou somente por alguns meses, recebe o valor proporcional.

Quem tem direito ao PIS

Tem direito ao PIS quem, no ano-base, ganhou até dois salários-mínimos, em média, por mês. Também é preciso estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos.

Para consultar se recebem o benefício, os trabalhadores da iniciativa privada devem acessar o site da Caixa e com o número do NIS, acessar a opção Consultar Pagamento ou entrar em contato através do telefone da Caixa 0800-726-02-07.

Pasep

Para servidores públicos inscritos no Pasep, os recursos são pagos pelo Banco do Brasil e ficam disponíveis para saque por cinco anos, contados do encerramento do exercício, de acordo com decisão do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat). Os abonos não sacados são transferidos automaticamente para o próximo exercício, sem necessidade de solicitação do trabalhador.

Os servidores podem efetuar a consulta no site do Banco do Brasil, na Central de Atendimento do BB, ou entrar em contato pelos telefones 4004-0001 (capitais e regiões metropolitanas), 0800 729 0001 (demais cidades) e 0800 729 0088 (deficientes auditivos).

Essa notícia foi atualizada em 29 de junho de 2021 10:33

Compartilhar

O portal Notícias de Mogi utiliza cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua navegação. Ao continuar navegando você concorda com a nossa Política de Privacidade

Leia mais