ESPORTES

Suzano Vôlei encerra 2021 com foco na Superliga B

A equipe do Suzano Vôlei está encerrando o ano de reestreia cinco meses após a apresentação do time profissional e das primeiras partidas. O período marcou o retorno da cidade ao circuito profissional do esporte em nível estadual e nacional com grandes campanhas e ações para restabelecer a antiga paixão da “Capital do Vôlei”.

O novo time profissional montado pelo Suzano Esporte Clube (SEC) foi apresentado nas primeiras semanas do mês de agosto em evento na Adega 33. A proposta de iniciar o processo de reestruturação do voleibol no município começaria com duas disputas oficiais em 2021, com o ano de 2022 no horizonte. Após pouco mais de cinco meses de atuação, os objetivos iniciais do clube foram cumpridos.

Em 16 partidas disputadas entre agosto e dezembro, o Suzano Vôlei conquistou 11 vitórias e cinco derrotas, fazendo jogo duro contra equipes do alto escalão sul-americano, como a seleção do Chile nos amistosos de estreia da equipe que, na ocasião, retornava ao cenário profissional após 14 anos de ausência.

No Campeonato Paulista, os suzanenses tiveram campanha de destaque ao desafiar equipes consolidadas do voleibol nacional por uma das vagas na semifinal, atingindo a quinta posição do torneio chegando à última rodada fazendo história frente às equipes. O grande destaque da trajetória do Suzano Vôlei no estadual foi a vitória contra o Vôlei Renata por 3 sets a 2 na estreia, sendo essa a única derrota imposta ao clube que viria a ser campeão semanas depois.

Posteriormente, já no mês de novembro, o time do Alto Tietê entrou em quadra para a disputa da Superliga C, considerada como principal objetivo do clube no ano. A busca pelo título e a conquista da vaga para a Superliga B do ano seguinte foi com o apoio da torcida que pode acompanhar a Etapa São Paulo do torneio na Arena Suzano após meses de cuidados contra a Covid-19. Em uma semana de jogos, os suzanenses venceram todas as suas cinco partidas para garantir a classificação e subir o primeiro degrau rumo ao topo do esporte nacional.

Na visão do treinador Alessandro Fadul, os trabalhos intensos foram cruciais para fortalecer a equipe e alcançar as metas traçadas, sendo essa a base para os desafios de 2022. “Foram cinco meses de muita intensidade dos atletas, que não só treinaram muito para criar um entrosamento e potencializar suas características, como fizeram campanhas fortes nas competições que disputamos, além dos amistosos. Estamos contentes e prontos para seguir firmes para o nosso grande desafio da temporada, a Superliga B”, relatou.

A Superliga B de 2022 começa em janeiro com término previsto para abril, garantindo três meses de competição em nível nacional no primeiro semestre. O Suzano Vôlei disputará uma das duas vagas para a primeira divisão do voleibol nacional da temporada 2022/23.

Essa notícia foi atualizada em 28 de dezembro de 2021 14:57

Compartilhar
Tudo sobre: Suzano VôleiVôlei
Leandro Cesaroni

Jornalista graduado pela FIAM e pós-graduado em jornalismo cultural pela FAAP. Possui mais de 10 anos de experiência em jornalismo online