Projeto da EDP substitui mais de 57 mil lâmpadas em cinco cidades do Alto Tietê

A renda do trabalhador brasileiro caiu, em média 20% durante a pandemia do novo coronavírus, segundo a Fundação Getúlio Vargas (FGV). Em tempos de orçamento mais apertado, tentar reduzir custos faz diferença ao final do mês, especialmente entre as famílias com menor orçamento. A EDP, distribuidora de energia elétrica de Guarulhos, Alto Tietê, Vale do Paraíba e Litoral Norte de São Paulo, vem levando orientações a seus clientes por meio dos Agentes da Boa Energia.

De acordo com a empresa, apenas em 2020, a iniciativa já orientou mais de 19 mil famílias sobre o uso racional e seguro da energia e substituiu quase 100 mil lâmpadas de maior consumo por LED, de suas residências.

No Alto Tietê, os municípios de Guararema, Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes, Poá e Suzano foram contemplados com o projeto. Entre janeiro e setembro, 11.634 famílias dessas cidades foram orientadas pelos Agentes da Boa Energia e tiveram 57.436 lâmpadas de maior consumo por LED substituídas em suas residências.

MunicípioFamílias atendidasLâmpadas substituídas
Guararema2691.640
Itaquaquecetuba3.88819.110
Mogi das Cruzes5.09327.404
Poá1.4205.679
Suzano9543.603

A iluminação, dependendo dos hábitos da família, pode representar até 20% do consumo mensal de energia na residência e a substituição de lâmpadas incandescentes e fluorescentes por LED, que são até oito vezes mais econômicas, além de mais duráveis e sustentáveis, podem ajudar a reduzir o valor da conta de luz.

No projeto da EDP, cada família pode substituir até sete lâmpadas. Além deste trabalho, os consumidores recebem orientações sobre consumo eficiente, sobre a Tarifa Social de Energia Elétrica, que concede desconto de até 65% na fatura de energia, e podem realizar, em caso de necessidade, negociação de possíveis débitos em aberto com a Concessionária, com condições diferenciadas.

Os agentes vão até as residências para o trabalho junto ao morador. Porém, tendo em vista o cenário de pandemia do coronavírus, a ação dos técnicos foi adaptada para garantir o mínimo contato pessoal e aglomeração de pessoas. Por isso, as famílias são contatadas via telefone para as orientações e agendam a substituição de lâmpadas, no formato delivery. A entrega é realizada na data e horário marcados, seguindo todas as recomendações de saúde para garantir a segurança dos colaboradores e famílias beneficiadas.

“Sabemos da dificuldade de muitas famílias em honrar seus compromissos devido aos impactos da crise econômica decorrente da pandemia. Por isso, o projeto Agentes da Boa Energia cumpre um papel importante, levando orientação e informação de qualidade, além de contribuir na prática com a diminuição do consumo de energia a partir da substituição de lâmpadas”, destaca Giuliano Vieira, gestor da EDP.

Tipo de lâmpadaPotência (W)Vida útil (horas)
Incandescente601.000
Fluorescente compacta158.000
LED825.000
Fonte: EDP

A ação faz parte do programa Boa Energia na Comunidade, que já beneficiou mais de 400 mil famílias na área de concessão, visando contribuir com a economia doméstica da população de baixo poder aquisitivo por meio da utilização eficiente da energia elétrica. Os locais são mapeados a partir de critérios socioeconômicos.

A iniciativa faz parte do Programa de Eficiência Energética (PEE) da Distribuidora, regulada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). Com o objetivo de preservar os recursos naturais e promover educação para o uso inteligente da energia elétrica, evitando, assim, o desperdício, o PEE da EDP realiza projetos na área de concessão que buscam a conscientização, fazendo com que a energia seja utilizada com responsabilidade.

O portal Notícias de Mogi utiliza cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua navegação. Ao continuar navegando você concorda com a nossa Política de Privacidade

Leia mais