telefone

Polícia impede que idosa caia no golpe do falso sequestro em Itaquaquecetuba

ALTO TIETÊ
Nesta quinta-feira (31), a Polícia Militar (PM/SP) impediu, de última hora, que uma idosa de 67 anos caísse no golpe do falso sequestro em Itaquaquecetuba. Os policiais a encontraram já dentro do banco, prestes a realizar um empréstimo no valor de R$ 5 mil, que seria entregue a um criminoso.

Segundo os policiais, por volta das 11h, a filha da idosa chegou desesperada à sede do 35° Batalhão da Polícia Militar, dizendo que sua mãe teria sido vítima de um sequestro. Isto porque ela havia acabado de chegar em casa e encontrado as gavetas reviradas, além de ter estranhado a ausência da mãe. Um vizinho ainda teria dito a ela que viu sua mãe “sendo colocada” em um táxi branco.

Diante da situação, os policiais questionaram em qual banco a mãe dela possuía conta e, em posse das informações, realizaram cercos nas agências de cidade e também do Itaim Paulista.

A idosa foi localizada no caixa de uma agência no centro de Itaquaquecetuba, no momento em que realizava os procedimentos para a obtenção de um empréstimo no valor de R$ 5 mil, pois estava no telefone com um homem que dizia ter sequestrado sua filha e entregar-lhe o dinheiro seria a única condição para que ela ficasse bem.

Depois que encerrou a ligação, ela contou, ainda, que o criminoso a orientava sobre a maneira que teria que se comportar diante de qualquer situação, até a entrega do dinheiro, e que ele estaria próximo ao banco aguardando – se ela não fizesse a operação, sua filha sofreria sanções de modo cruel, inclusive com estupro e morte.

Em estado de choque, ao avistar a polícia, a idosa se ajoelhou no chão e começou a chorar.

A vítima foi conduzida ao Distrito Policial Central de Itaquaquecetuba para registro do caso. O autor da ligação não foi identificado.

Entre em nossos Grupos de WhatsApp e fique por dentro de tudo o que acontece em Mogi das Cruzes e região


1 comentário em “Polícia impede que idosa caia no golpe do falso sequestro em Itaquaquecetuba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *