MOGI DAS CRUZES

Mogi das Cruzes adia retorno das aulas presenciais na rede municipal

A Prefeitura de Mogi das Cruzes decidiu, nesta sexta-feira (28), pelo adiamento do retorno presencial nas turmas de educação infantil nas escolas municipais, que ocorreria na segunda-feira (31). A medida considera as manifestações do Conselho Municipal Educação (CME) e do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA). Ainda seguindo a indicação do CME, serão retomadas as atividades presenciais de forma gradual nas creches subvencionadas adequadas ao protocolo sanitário.

Segundo a Prefeitura, a Secretaria Municipal de Educação tem feito um trabalho de readequação das escolas e capacitação dos servidores para que o retorno gradual às aulas seja seguro e focado no cuidado e proteção à vida. “O planejamento do retorno gradual das atividades presenciais tem como premissa a preservação de vidas, observando os índices epidemiológicos da cidade. Estamos ampliando a discussão sobre a retomada em um colegiado formado por diferentes segmentos para aprofundar a escuta e o diálogo”, disse o secretário de Educação, André Stábile. 

Os pontos indicados pelo CME e pelo CMDCA, bem como a organização das novas fases de retomada, serão abordados na segunda-feira (31) pela nova instância de deliberação do município de Mogi das Cruzes, o Gabinete de Articulação para Enfrentamento da Pandemia na Educação (GAEPE).

A administração municipal explicou que, além da continuidade dos trabalhos da Brigada da Pandemia na Educação, o GAEPE terá também a participação do Poder Judiciário e do Ministério Público e estará diretamente ligado ao Gabinete do Prefeito, com presença ampliada da Secretaria da Saúde e entidades de representação da sociedade civil, além de representantes das secretarias de Assistência Social e Finanças.

Creches subvencionadas

A Prefeitura determinou que a capacidade de atendimento nas creches subvencionadas será de 35% do total de alunos matriculados por turma, incluindo os profissionais adultos que atuam com as crianças. Deverá ser seguido integralmente o protocolo sanitário. Todos deverão usar máscara e manter o distanciamento social de 1,5m. Os profissionais do grupo de risco que ainda não foram vacinados devem permanecer em teletrabalho.

De acordo com a administração municipal, cada escola possui uma Brigada da Pandemia na escola, que recebeu formação oferecida pela equipe da Brigada da Pandemia na Educação e a Vigilância Sanitária.

Essa notícia foi atualizada em 29 de maio de 2021 16:22

Compartilhar
Leandro Cesaroni

Jornalista graduado pela FIAM e pós-graduado em jornalismo cultural pela FAAP. Possui mais de 10 anos de experiência em jornalismo online