BRASIL

MEI: contribuição ao INSS tem aumento em 2021; veja os valores

Microempreendedores Individuais (MEI) terão que desembolsar um pouco mais mensalmente para contribuírem com o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

O aumento, que passa a valer já em fevereiro de 2021, acompanha o reajuste no salário mínimo. Isto porque o mínimo subiu de R$ 1.045 para R$ 1.100 e a contribuição é de 5% em cima deste valor.

Sendo assim, a partir do próximo mês, quando será feita a cobrança de fevereiro, empreendedores deverão desembolsar R$ 55 por mês – antes, o valor era de R$ 52,25.

O novo valor do salário mínimo também influenciou na tabela do Documento de Arrecadação do Simples Nacional do MEI (DAS MEI). A base para cálculo do DAS também é de 5% do salário mínimo em vigor. Confira abaixo como ficou:

Atividade do MEI INSS ICMS/ISS Valor mensal do DAS
Comércio e Indústria – ICMS R$ 55,00R$ 1,00R$ 56
Serviços – ISS R$ 55,00R$ 5,00R$ 60
Comércio e Serviços – ICMS e ISS R$ 55,00R$ 6,00R$ 61

A Receita Federal informou que está trabalhando para disponibilizar, em breve, a opção de pagamento das guias mensais do DAS por meio do Pix.

Portal MEI

A emissão das guias mensais para pagamento pode ser realizada no Portal MEI, onde também é possível realizar diversos outros serviços, como abertura do MEI, alteração de dados cadastrais da empresa, informações sobre créditos, nota fiscal etc.

Vale ressaltar que, desde o dia 4 de dezembro, O Portal MEI mudou de endereço. Para acessar, entre no link gov.br/mei.

Essa notícia foi atualizada em 3 de fevereiro de 2021 11:30

Compartilhar
Tudo sobre: INSSMEI
Leandro Cesaroni

Jornalista graduado pela FIAM e pós-graduado em jornalismo cultural pela FAAP. Possui mais de 10 anos de experiência em jornalismo online