ALTO TIETÊ

EDP inicia feirão de negociação com condições especiais para acordo de débitos

A partir de hoje até 30 de junho, a EDP, distribuidora de energia elétrica do Alto Tietê, Guarulhos, Vale do Paraíba e Litoral Norte de São Paulo, realiza o Feirão de Negociação EDP com condições especiais de acordo para pagamento de débitos em aberto. As regras do feirão incluem os clientes residenciais, rurais, comerciais e industriais.

No período, os consumidores com contas atrasadas terão facilidades como a negociação em até 36 vezes, além da redução na entrada. Excepcionalmente durante todo o prazo do feirão, os clientes que já possuem débitos de parcelamentos de negociações anteriores também encontrarão facilidades para o acerto e renegociação de suas contas.

“As facilidades para pagamento, ofertadas durante o Feirão de Negociação da EDP, têm como objetivo auxiliar o cliente que sofreu com os impactos econômicos, em decorrência do período da pandemia e acabou acumulando contas de energia”, afirmou Vanessa Lugon, gestora da EDP.

Para optar pela melhor solução, a dica da empresa é preparar-se, colocando na ponta do lápis todas as despesas já assumidas e previstas pela família. Assim, será possível avaliar com mais precisão quais condições e formas de pagamento se encaixam no orçamento doméstico.

Como realizar um acordo

A negociação dos débitos pode ser feita no portal EDP Online, pelo aplicativo EDP Online, disponível para todas as plataformas de smartphone ou tablets, ou por meio do telefone 0800 721 0123. Basta ter em mãos o número de instalação e o CPF do titular da fatura.

A empresa disponibiliza também um contato via Whatsapp, por meio do número (11) 93465-2888 para a consulta de débitos e solicitação de código de barras para pagamento.

Para evitar aglomeração de pessoas nas agências de atendimento presencial, a escolha da data e horário do atendimento deve ser feita pelo site www.edp.com.br/agendamento.

Essa notícia foi atualizada em 14 de junho de 2021 11:41

Compartilhar
Tudo sobre: EDPFinanças
Leandro Cesaroni

Jornalista graduado pela FIAM e pós-graduado em jornalismo cultural pela FAAP