ALTO TIETÊ

EDP abre chamada pública para investir R$ 7 milhões em projetos de eficiência energética

A EDP, distribuidora de energia elétrica do Alto Tietê, Guarulhos, Vale do Paraíba e Litoral Norte de São Paulo, abriu inscrições para a Chamada Pública de Projetos de Eficiência Energética. A companhia anunciou que disponibilizará um total de R$ 7 milhões para o incentivo de projetos que tenham como objetivo a conservação e o uso racional da energia elétrica na área de concessão, e que serão aplicados pela distribuidora em 2022/2023.

As iniciativas devem abranger benefícios públicos e/ou privados, promovendo a transformação por meio da eficiência energética, estimulando o desenvolvimento de novas tecnologias e a criação de hábitos e práticas racionais de uso da energia elétrica.

Podem ser beneficiadas ações de pessoas físicas e jurídicas que visem a melhoria ou a substituição de instalações na rede elétrica, equipamentos e sistemas de controle de uso de eletricidade, a fim de reduzir o consumo de energia em residências, comércio, indústrias, prédios públicos e particulares, hospitais públicos e entidades beneficentes, iluminação pública, entre outros.

Confira abaixo as categorias de projetos e recursos disponíveis:

Ações de eficiência energéticaTipologiaRecursos
Melhoria de instalação (Iluminação, Reciclagem, Refrigeração, Motriz, Aquecimento Solar, Geração com Fonte Incentivada e Demais usos finais)Demais Tipologias (Comércio e Serviços, Residencial, Serviços Públicos, Poder Público e Industrial e Rural)R$ 1.000.000,00
Melhoria de instalaçãoIluminação PúblicaR$ 3.000.000,00
Melhoria de instalação (Iluminação, Refrigeração, Aquecimento Solar ,Geração com Fonte Incentivada e Demais usos finais )Hospitais e Entidades beneficentes (Necessário ser caracterizado como Hospital Público em CNPJ e/ou conter a certificação CEBAS)R$ 3.000.000,00
Fonte: EDP

De acordo com a EDP, as inscrições podem ser feitas pelo site edpsp.gestaocpp.com.br até o dia 28 de janeiro de 2022.

Os projetos serão avaliados por uma comissão julgadora formada por colaboradores da empresa, conforme critérios técnicos estabelecidos no edital da Chamada Pública de Projetos de Eficiência Energética (CPP 001/2021), que pode ser acessado no site. A ação é regulada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL).

“Realizar projetos que resultem em eficiência energética é uma ação que reafirma o compromisso da EDP com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) – plano de ação global definido pelas Nações Unidas (ONU) para alcançar o desenvolvimento sustentável até 2030, e que está incorporado à agenda estratégica da Companhia para crescer gerando impactos positivos junto à sociedade e ao meio ambiente”, reforça Roberto Miranda, gestor da EDP.

Na última edição do Edital de Projetos foram contemplados com ações de eficiência energética o Hospital das Clínicas de Suzano; o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFSP) de Guarulhos, Suzano e Itaquaquecetuba; a Escola Comando da Aeronautica em Guaratinguetá, e contratado a substituição de 1.546 luminárias de maior consumo por LED na iluminação pública de Jacareí, Guaratinguetá e Pindamonhangaba. A companhia afirmou que as seis iniciativas selecionadas contribuirão para que cerca de 124 toneladas de CO2 deixem de ser lançados na atmosfera em 2022.

Essa notícia foi atualizada em 29 de outubro de 2021 16:07

Compartilhar
Tudo sobre: EDP
Leandro Cesaroni

Jornalista graduado pela FIAM e pós-graduado em jornalismo cultural pela FAAP. Possui mais de 10 anos de experiência em jornalismo online