Condemat realizará fórum virtual com 6 mil professores do Alto Tietê

PUBLICIDADE

Em setembro, o Condemat (Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê) promove o 1º Fórum Internacional de Educação dos Municípios do Alto Tietê. Serão cinco encontros virtuais com foco na Educação Infantil e diferentes abordagens sobre o eixo temático “Desafios e Perspectivas em Tempos de Pandemia”. 

A iniciativa terá a participação de conceituados educadores do cenário nacional e internacional e é direcionada para um público de seis mil professores das redes de ensino de Arujá, Biritiba Mirim, Ferraz de Vasconcelos, Guararema, Guarulhos, Itaquaquecetuba, Salesópolis, Santa Isabel e Suzano.

O 1º Fórum Internacional de Educação dos Municípios do Alto Tietê foi construído pelos secretários municipais de Educação, Condemat e Instituto Brasileiro de Sociologia Aplicada (IBSA), com a proposta de fortalecer a integração dos municípios, permitir a interação entre experiências e projetos regionais, nacionais e internacionais e contribuir para a formação e aperfeiçoamento dos profissionais, assim como promover a qualidade da gestão da educação pública municipal e estimular o debate de novas ideias.

PUBLICIDADE

Para atingir esse objetivo serão realizadas cinco videoconferências, com palestras e debates, nos dias 2, 9, 16, 23 e 30 de setembro. Os convidados nacionais são: Paulo Fochi, coordenador do Observatório da Cultura Infantil (OBECI); Alexsandro Santos, diretor-presidente da Escola do Parlamento da Câmara Municipal de São Paulo e coordenador do curso de Pedagogia da Faculdade do Educador; Fernando Mazzilli Louzada, coordenador do Laboratório de Cronobiologia Humana da UFPR; Márcia Gil, consultora da Fundação Getúlio Vargas e parceira do Movimento pela Base e Fundação Maria Cecília Souto Vidigal; Rita Coelho, professora da Universidade Federal de Juiz de Fora; Zilma Moraes, professora associada da Universidade de São Paulo; Emília Cipriano, professora titular da Faculdade de Educação da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo; e Maria Malta Campos, presidente da diretoria colegiada da ONG – Ação Educativa Currículo.

Os educadores internacionais convidados são: Sara Barros Araújo, da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico do Porto e membro da direção do Centro de Investigação e Inovação em Educação (inED), em Portugal; e Marcela Pardo, antropóloga da Universidade do Chile que coordena a área de Educação Inicial do Centro de Pesquisa Avançada em Educação.

PUBLICIDADE

“O Fórum é a consolidação do trabalho que a Câmara Técnica de Educação do Condemat tem promovido desde 2017 com foco na qualidade da educação infantil oferecida pelas prefeituras. A cada ano, mais a rede municipal é procurada pelos pais e os desafios são muito grandes, sendo muito importante o compartilhamento de experiências e, principalmente, o acesso dos profissionais ao aperfeiçoamento”, ressalta o presidente do Condemat e prefeito de Guararema, Adriano Leite.

De acordo com o consórcio, as videoconferências semanais serão realizadas sempre das 18h30 às 20h30 e os palestrantes irão abordar temas como direitos de aprendizagem e desenvolvimento em situações de crise; qualidade na educação infantil; base curricular e os desafios de sua implementação no contexto de retorno das atividades presenciais; educação infantil e pandemia no contexto internacional; e impactos da interrupção das atividades escolares, do isolamento social e das tecnologias de comunicação e informação.

“O modelo e parte da temática do Fórum precisaram ser adaptados para o atual momento que vivemos. O formato virtual possibilitará que um número maior de profissionais da educação do Alto Tietê seja atendido com palestras e debates que trarão respostas para aspectos que estão muito na pauta dos educadores que atuam com a Educação Infantil. E o principal, é um fórum construído conjuntamente pelos gestores das prefeituras do Alto Tietê em cima de necessidades apontadas por cada município”, comenta o coordenador da Câmara Técnica de Educação do Condemat, Leandro Bassini, secretário municipal de Educação de Suzano.

Os profissionais da Educação que participarão do 1º Fórum Internacional de Educação dos Municípios do Alto Tietê já foram inscritos pelas prefeituras e receberão certificados, mediante a presença nas cinco videoconferências e a realização das atividades complementares, como leituras, estudos e produção de relatórios. Paralelo a isso, as palestras e debates serão transmitidos em canal de streaming aberto ao público (sem certificação).

“Foram produzidos vídeos com projetos desenvolvidos nos municípios participantes do Fórum, assim como um caderno técnico com informações socioeconômicas e educacionais das cidades que vão fortalecer o processo de troca de experiências e de aprendizado sobre os desafios impostos por essa pandemia na Educação Infantil sob o olhar nacional e internacional e com a tutela das mais renomadas instituições da área educacional”, destaca o presidente do IBSA, César Callegari.

O 1º Fórum Internacional de Educação dos Municípios do Alto Tietê tem os apoios e parcerias de: Unesco, OEI – Organização dos Estados Ibero-Americanos, Undime – União dos Dirigentes Municipais do Estado de São Paulo, Fundação Itaú Social, Fundação Lemann, Fundação Maria Cecília Souto Vidigal, Fundação Santilana, Fundação SM, Fundação Vanzolini, Movimento pela Base Nacional Comum Curricular e Uninove.

Deixe um comentário

O portal Notícias de Mogi utiliza cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua navegação. Ao continuar navegando você concorda com a nossa Política de Privacidade

Leia mais