MOGI DAS CRUZES

Associação Comercial de Mogi espera aumento entre 12% e 20% nas vendas de Dia das Mães

A Associação Comercial de Mogi das Cruzes (ACMC) espera um aumento entre 12% e 20% nas vendas do Dia das Mães em comparação com o mesmo período do ano passado, quando o comércio ainda estava cumprindo restrições impostas pela pandemia. A data é a segunda mais importante do calendário do varejo.

“Tradicionalmente, alguns setores são mais procurados para presentear as mães. As lojas de vestuário, calçado e perfumaria costumam ter um grande movimento. As floriculturas também recebem um grande público”, explicou a presidente da ACMC, Fádua Sleiman.

A expectativa da associação é que as vendas se intensifiquem na próxima semana, período que coincide com o quinto dia útil, quando as empresas costumam realizar o pagamento dos salários.

Outro fator que deve colaborar para os bons resultados do Dia das Mães, segundo a ACMC, é a liberação da primeira parcela do pagamento do 13° salário para aposentados e pensionistas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), além do saque extraordinário de R$ 1 mil do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço), que começou na semana passada.

“Esperamos que a injeção destes valores e o pagamento dos salários, que ocorre próximo ao dia 8, estimulem o movimento de vendas das lojas mogianas. Essa é uma das principais datas do comércio e é um termômetro para as próximas celebrações, como o Dia dos Namorados”, avalia Fádua.

Clique aqui e confira as últimas notícias de Mogi das Cruzes

Essa notícia foi atualizada em 26 de abril de 2022 17:22

Compartilhar
Leandro Cesaroni

Jornalista graduado pela FIAM e pós-graduado em jornalismo cultural pela FAAP