Câmara de Mogi aprova projetos que obrigam bancos a adotarem medidas contra o coronavírus

CIDADE

Na sessão ordinária realizada nesta terça-feira (30), a Câmara de Mogi das Cruzes aprovou dois projetos de lei (42/2020 e 43/2020), ambos de autoria do vereador Caio Cunha (PODE). As proposituras obrigam as agências bancárias a tomar algumas medidas para combater a disseminação do novo coronavírus (Covid-19).

O Projeto de Lei 42/2020 determina que as agências bancárias têm que realizar a limpeza frequente dos terminais de autoatendimento e disponibilizar álcool em gel aos clientes. Já o Projeto de Lei 43/2020 obriga as agências a orientar os clientes nas filas de autoatendimento quanto ao distanciamento social.

“Não adianta criar protocolos se o próprio dia do pagamento gera aglomeração. Às vezes uma simples marcação já é suficiente”, afirmou Caio Cunha.

“Os bancos já deveriam estar fazendo isso há tempo e não deveria existir lei para obrigá-los”, complementou Edson Santos (PSD).

Foto: Tomaz Silva / Agência Brasil

Entre em nossos Grupos de WhatsApp ou em nosso Canal no Telegram e fique por dentro de tudo o que acontece em Mogi das Cruzes e região



Deixe um comentário:
Os comentários não representam a opinião do Notícias de Mogi e são de responsabilidade do autor da mensagem. Conteúdos com palavrões serão excluídos.