Aulas presenciais em escolas de SP devem ser retomadas em setembro; veja condições

ALTO TIETÊ URGENTE

O Governo de SP informou, em entrevista coletiva realizada nesta quarta-feira (24), no Palácio dos Bandeirantes, que o retorno das aulas presenciais em escolas públicas e privadas do Estado está previsto para o dia 8 de setembro. De acordo com as medidas anunciadas, as escolas de educação infantil, educação básica, ensino médio e ensino superior poderão funcionar, inicialmente, com até 35% da capacidade máxima, controlando o fluxo através de rodízio entre os alunos e mantendo parte das atividades realizadas de forma online.

Segundo o governo estadual, como a intenção é retomar as aulas presenciais em todo o Estado ao mesmo tempo, a confirmação do retorno gradual dos alunos a partir da segunda semana de setembro dependerá da permanência, por pelo menos 28 dias, de todas as regiões na fase 3 (amarela) do Plano São Paulo, que permite a flexibilização na abertura de shoppings centers, bares, restaurantes, escritórios, indústria e comércio.

O secretário de Educação, Rossieli Soares, disse que o objetivo do rodízio é permitir que, ao menos uma vez por semana, os alunos tenham a oportunidade de ir à escola para entregar suas atividades.

Uma segunda etapa planejada pelo governo – ainda sem data definida – prevê a liberação da presença de 70% do total de alunos em cada escola. Para isto, será preciso que ao menos 60% das cidades permaneçam na fase 4 (verde) da quarentena por, no mínimo, 14 dias.

Na terceira etapa, tudo volta ao normal, com 100% da capacidade permitida. A condição para isto é que todas as regiões estejam na fase verde.

Os protocolos específicos de retomada das aulas presenciais na rede estadual devem ser publicados na próxima semana, informou o secretário de Educação.

Confira as últimas notícias sobre a quarentena em Mogi das Cruzes e Região

Entre em nossos Grupos de WhatsApp ou em nosso Canal no Telegram e fique por dentro de tudo o que acontece em Mogi das Cruzes e região